Paella de Frutos do Mar

Fazia muito tempo que tinha vontade de tentar fazer uma paella que ficasse bem próxima da que uma conhecida que é da Espanha faz. A dela é a melhor que já comi na vida.. claro…

Mas consegui fazer uma paella que ficou com um gosto muito parecido com a que ela faz! Só que ela faz a tipo Valenciana que vai carne de frango e porco. Adoramos frutos do mar e não quis misturar os outros tipos de carne. O mais complicado é o tempero, porque não é somente colocar açafrão que dá certo. O Açafrão deve ser o espanhol que não tem o mesmo sabor do açafrão da terra, mais comum aqui no Brasil.

Enquanto procurava no mercado, encontrei um tempero pronto espanhol para aella que chama Paellero da marca Carmencita, que já vem o açafrão e a páprica em proporções corretas. Vamos à receita…

Ingredientes:

  • 12 camarões grandes
  • 200g de lulas limpas
  • 400g de polvo limpo
  • 300g de mexilhão cozido com concha
  • 1 ½ xícara de arroz parbolizado
  • ½ saquinho do tempero Paellero
  • ½ pimentão vermelho
  • ½ pimentão amarelo
  • ½ pimentão verde
  • 100g de vagem
  • ½ cenoura
  • 2 cebolas

Primeiro vamos cozinhar o polvo e fazer nosso caldo de peixe para cozinhar o arroz. Numa panela de pressão coloque o polvo cortado em pedaços grandes com a cenoura e meia cebola, cubra com água e conte 20 min após começar a chiar a panela. Enquanto isto, pique o restante da cebola em pedaços grossos, os pimentões em fatias e a vagem em fatias. Corte também as lulas em fatias grandes. Deixe a quantidade de mexilhões para decorar nas conchas e o restante pode separar tirar das mesmas. Separe 4 camarões com casca para decorar e o restante tire as cascas e as cabeças e guarde. Não jogue fora as cabeças e cascas pois vamos usar no caldo de peixe.

Depois de cozido o polvo, tire a pressão e retire os pedaços de polvo para não continuar cozinhando. Guarde para o final. Na água de cozimento do polvo coloque as cabeças e as cascas dos camarões e cozinhe por mais 10 minutos, até que o gosto fique na água. Depois de cozido coa a água que vai ser utilizada e separe a cebola.

Numa panela de paella ou wok (no meu caso) doure a cebola, inclusive a que estava no caldo. Acrescente a vagem, a lula, o camarão e refogue um pouco. Junte o tempero do sachet e misture bem.

Coloque o arroz e em seguida o caldo de peixe que fizemos (o dobro da quantidade de arroz). Tampe a panela e abaixe o fogo. Deixe cozinhar e quando estiver quase no final do cozimento acerte o sal e coloque o polvo e os mexilhões sem concha. Em uma outra frigideira doure os pimentões e os camarões para a decoração.

Quando o arroz estiver cozido é só decorar o prato e aproveitar esta delícia!

Molho Tártaro

Bom dia genteeeee!

Esse final de semana estava inspirada na versão lulas e peixes. Tenho varias receitas que vou adicionar durante a semana, mas hoje vou começar com o molhinho básico para dipar (inventei o verbo, usar como dip) empanados de peixe e frutos do mar. O famoso molho tártaro que eu adoro e é super fácil de fazer.

Vamos à receita…

Ingredientes:

  • 190g de picles (aquela conserva que vem tudo como cenoura, couve flor, pepino, etc.)
  • 2 colheres de sopa de creme de ricota
  • 2 colheres de sopa de maionese
  • Suco de 1 limão
  • Sal, pimenta e azeite à gosto

Separar um pouco do picles misturado para picar na faca, bem pequenininho. O restante do picles triturar no triturador ou liquidificador (use somente os legumes, sem a água da conserva). Num recipiente misturar o picles triturado, o picado, a maionese e o creme de ricota. Misturar bem até que fique homogêneo. Aí é só acertar o sal, pimenta e colocar um fio de azeite. Pronto! super prático e delicioso pra acompanhar empanados de peixes e frutos do mar.

 

 

Ceviche de Camarão

Tenho reparado que em dias de calor temos a tendência a comer prato mais leve e refrescante. Confesso que esses dias estava doida pra comer um belo ceviche, aproveitei os camarões que tinham aqui em casa para dar uma inovada. Ficou tão gostoso que agora estou apaixonada, comeria isso todos os dias em todas as refeições (exagerada eu? rs rs). 

Ceviche é um prato de origem peruana, considerado patrimônio cultural da nação. Originalmente ele é feito com algum peixe branco cru cortado em cubos e marinado no limão, ou algum suco de fruta cítrica, esse suco cozinha um pouco peixe e altera um pouco a textura dele. Além de deixar um sabor incrível.

Vamos a receita?

ceviche_camarão

Ingredientes

  • 250g de camarão
  • 2 tomates picados
  • 1 pepino japonês
  • ½ cebola picada
  • salsinha (ou coentro)
  • 2 limões
  • azeite a gosto
  • tabasco a gosto
  • sal e pimenta do reino a gosto

Em uma panela aqueça a água e cozinhe o camarão por aproximadamente 3 min, ou até que ele fique rosado.

Retire as sementes dos tomares e corte-os em cubinhos, corte também a cebola, o pepino e a salsinha. Coloque os camarões no recipiente em que vai servir o prato, exprema os limões e acrescente os outros ingredientes. Misture bem e deixe pega o gosto por +/- 20 min.

Agora é só servir! O ceviche pode ser servido como entrada acompanhado de torradas e nachos, mas também pode ser servido como salada acompanhado de batatas, milho ou com folhas verdes.

Tahiti Monduba – Guarujá

Enfim amanhã é feriado! O último do ano e o mais demorado de todos…. vamos aproveitar pra relaxar, se divertir e viajar pra curtir!

Hoje não vou postar uma dica de receita, mas sim uma dica de restaurante e o que pedir lá! Para aqueles que vão com frequência ao Guarujá já devem conhecer o restaurante Tahiti, para os que ainda não conhecem vale a pena!

Fui com meu marido lá em busca de frutos do mar e o ambiente também é bem bonito e aconchegante!

Fomos ao Tahiti Monduba na praia de Pitangueiras e após olhar muito o cardápio decidimos ir de Chapa dos Sabores do Mar. Simplesmente uma chapa de ferro com o que mais gostamos de frutos do mar, mas não vem só isso! Ainda vem entrada e guarnições e sobremesa.

 

De entrada vem casquinha de siri que estava uma delícia e guarnições vem arroz, salada e alguns molhinhos pros peixes e frutos do mar.

Depois de comer a casquinha de siri, vem a delícia do prato principal. O prato vem com cauda de lagosta, camarão, marisco, polvo, pescada cambucu, lulas e legumes assados. Simplesmente uma delícia e lindo de ver!

A sobremesa nem cheguei a comer, porque já estava bem satisfeita dos pratos anteriores.

Digo que vale muito a pena e não é tão caro como parece à primeira vista pela quantidade de coisas que estão inclusas.

Aproveitem o feriado, coloquem o pé na areia por mim!

Deixe seu comentário que ficaremos muito felizes em respondê-lo!

Lulas Recheadas na Brasa

Que tal sair um pouco da rotina? Acenda a brasa e vamos lá!

Queria sair da rotina de um churrasco de carne convencional. Tinha no freezer lulas já limpas e pensei, porque não inventar um pouco? Juntar duas comidas que amo: Lulas e churrasquinho na brasa.

Não é que ficou sensacional?! Hoje é um dos mais pedidos pelo meu marido e convidados de churrascadas!

Eu tenho habito de utilizar não carvão tradicional e sim lenha de eucalipto que deixa um sabor diferente, meio “amadeirado” no churrasco.

Então vamos lá! Acenda o fogo e vamos ao que interessa…

Ingredientes:

  • 4 Lulas limpas de tamanho médio (com tentáculos e tudo)
  • 1 tomate cortado em cubos
  • 1 ovo
  • Meia cebola média cortada em cubos
  • 1 dente de alho picado (ou uma colher de café de alho picado pronto sem sal)
  • 1 xícara de farofa pronta
  • Azeite
  • Sal e pimenta à gosto

Corte os tentáculos da lula em pedacinhos e reserve. Bata o ovo com um garfo para que fique homogêneo e reserve.

Em uma panela aqueça um fio de azeite e doure as cebolas em cubos. Acrescente em seguida o alho picado e deixe dourar mais um pouco. Em seguida coloque o tomate em cubos e mexa até que derreta um pouco.  Acrescente o ovo batido e mexa bem para que não grude no fundo da panela (tipo ovo mexido). Agora sim pode juntar os tentáculos, que não precisam cozinhar muito senão eles encolhem e somem. Por último junte a farofa pronta. Acerte o sal, pimenta e azeite (para que fique úmida) à gosto.

Depois da farofa pronta, pegue as lulas e recheie com o auxílio de colher.

Não coloque farofa até a boca, pois a lula encolhe um pouco e o recheio acaba saindo.

Feche a lula com palitos de dentes e pronto! Para a churrasqueira! Vire quando estiver dourada e corte em rodelas!

Aproveite! Qualquer dúvida ou sugestão deixe o seu comentário aqui, ficaremos felizes em respondê-lo.