Rapidinhas do Lazz Gourmet: Folhado de Brie e Amêndoas

E a Páscoa tá chegando minha gente! E com isso os preparativos pras reuniões das famílias com os pratos tradicionais, comidinhas gostosas e ótimos papos!

Hoje vou dar uma dica de uma entradinha muito gostosa, mais sofisticada e fácil de fazer! e o melhor não precisa ficar muito tempo na frente do fogão!

São quadradinhos de massa folhada com queijo brie, amêndoas e melado de cana.

Vamos ao que interessa!

Ingredientes:

  • Massa Folhada Arosa (congelada)
  • Queijo Brie
  • Amêndoas em lascas ou se não encontrar sem casca mesmo
  • Melado de Cana (você encontra na parte junto com mel no mercado) ou mel

Descongelar a massa folhada do jeito que está escrito na embalagem. Abrir e cortar em quadradinhos de um tamanho que não fique tão grande, que dê pra pegar com a mão mesmo. Cortar o queijo brie em fatias finas, quebrar as amêndoas (se forem inteiras) colocando num pano de prato e batendo com martelo de carne. Com tudo pronto agora é só colocar as massas folhadas no forno (coloque uma cama de papel alumínio para não grudarem). Quando estiverem ficando douradas (aprox. 5 min. de forno) coloque as fatias de queijo brie por cima, as amêndoas e um fio do melado. Volte ao forno e deique que doure e o queijo derreta um pouco.

Pronto! Agora é só servir!

Anúncios

Batatinhas com Patê de Ervas Finas

É sexta feira! É sexta feira!

Dia de ir no happy hour e de bebedeira!

Masssss… para não ser forte a bebedeira, sempre é bom comer uns petiscos junto não?!

Vamos inovar um pouco com os petiscos e fazer uma versão mais refinada pra servir e comer em casa.

A pedida de hoje é a mini batatinha com recheio de patê de ervas finas.

Vamos à receita então…

Ingredientes:

  • 10 mini batatas (as menores que você encontrar)
  • 200g de creme de ricota
  • 1 maço de coentro ou salsinha
  • Ervas finas desidratada
  • 1 pitada de pimenta Piri Piri (ou se não tiver use a calabresa mesmo)
  • 1 dente de alho picado ou moído
  • Sal, Pimenta do reino e azeite à gosto

Primeiro lave bem as batatas (vai usar a batata com casca) e coloque-as em água fervente até cozinhar, mais ou menos uns 10 min.. Teste com um garfo, se entrar fácil está pronta, não pode ficar muito mole pois senão não dá pra fazer. Neste ponto retire-as da água fervente e dê um choque térmico em água gelada, para parar o cozimento. Tente resfriar rápido, trocando a água para que não fiquem mais moles.

Enquanto a batata esfria, vamos fazer o patê de ervas finas. Em um pilão macere as folhas do coentro até que vire uma pasta, acrescente o alho e um pouco de azeite e macere um pouco mais. Misture todos os ingredientes no creme de ricota e misture até ficar bem homogeneizado. Você pode fazer com as ervas que gostar mais, frescas ou não.

Agora é só pegar as batatinhas, já frias, corte um pouco da base, para que ela fique em pé, corte a tampa e com um boleador ou colherinha, retire a massa da batata fazendo um buraquinho. Se achar que a batata é grande, corte-a ao meio. Recheie com o patê e coloque num recipiente com uma camada de sal grosso. O sal grosso dá um charme na hora de servir e fica bem gostoso.

 

Creme de Mandioquinha com Ragu de Calabresa

Oieeeee pessoalllll….

Hoje to numa quarta feira animada! Empolgada com as comidinhas do final de semana, então vou mostrar pra vocês uma comidinha deliciosa que fiz para nossa noite dos petiscos refinados..kkkk

Esse prato tá mais para um finger food do que para petisco… Estava com vontade de uma entradinha que teve no meu casamento que era polenta mole com ragu de calabresa, mas como o marido não gosta muito de polenta, então mudei para um creme de mandioquinha com ragu de calabresa.

O Ragu ficou simplesmente sensacional. Como nunca havia feito, dei uma pesquisada na internet e peguei o que achava que combinaria de várias receitas.

Vamos ao que interessa….

 

Ingredientes:

  • 250g de mandioquinha cozida (daquelas que já vem pronta)
  • Leite para dar o ponto do creme
  • 1 colher de margarina
  • 2 linguiças calabresas daquela fininha
  • 1/2 cebola cortada em cubos
  • 2 dentes de alho picado
  • 3 colheres de sopa de molho de tomate pronto
  • 3 colheres de sopa de vinho tinto
  • Sal, pimenta do reino e azeite à gosto

Primeiro para o creme de mandioquinha, esquente a mesma no microondas por 1 minuto num recipiente de vidro (porque já comprei a mandioquinha cozida). Amasse com amassador de batatas, junte a margarina e o leite aos poucos até ficar no ponto (ponto de polenta mole). Acerte no sal e pimenta do reino, coloque um fio de azeite para dar um gostinho extra.

Para o ragu, pique a calabresa em pedaços bem pequenos, como se fossem moídas. Refogue a cebola, junte a calabresa e o alho. Quando a calabresa estiver ficando tostadinha, coloque o vinho tinto e deixe evaporar o álcool. Coloque o molho de tomate e acerte no sal e pimenta do reino.

Para montar em uma mini caçarola, ou mini ramequim, coloque uma camada de creme de mandioquinha, no meio o ragu de calabresa e cubra com o creme novamente. Por cima coloque um pouco do ragu para decorar e não ficar parecendo escondidinho.

Antes de servir leve ao forno microondas para esquentar.

 

 

Trouxinha de Gorgonzola e Nozes

Outro dia estava vendo aqueles programas de culinária na tv e fizeram uma torta de espinafre com massa filo, que é uma massa bem fininha e crocante (não é massa folhada, mas você encontra na parte de congelados perto da folhada).

Nossa fiquei com muita vontade de fazer aqui em casa, mas onde eu iria achar essa massa, aqui em Londrina não tem tudo como em SP. Aí semana passada fui num mercado novo aqui na cidade e o que eu acho na parte de congelados? A massa Filo!!!!

Ebaaaaaa até salivei pensando na torta.

Mas ao invés de torta resolvi fazer trouxinhas para ficar mais fofo na hora de montar o prato.

Vamos à receita que ficou uma delícia!

Ingredientes:

  • 6 folhas de massa filo
  • 200g de queijo gorgonzola
  • 100g de nozes picadas
  • 200g de ricota
  • Sal, pimenta e noz moscada à gosto

Siga as instruções de descongelamento da massa filo que vem na embalagem. No caso eu a deixei descongelando por 30 minutos. Enquanto isto dá pra fazer o recheio. Num recipiente esfarele com as mãos mesmo o gorgonzola e a ricota. Junte as nozes picadas e misture tudo. Acerte nos temperos e pronto!

Quando for trabalhar com a massa filo, seja rápido, pois ela resseca muito fácil e fica quebradiça. Pegue uma folha, coloque sobre uma tábua seca, dobre-a ao meio e coloque de 2 a 3 colheres de sopa do recheio. Vá juntando as pontas até ficar parecendo uma trouxinha e aperte bem o encontro entre as pontas que ela gruda naturalmente.

Faça isso com todas. Esquente uma frigideira com azeite e quando estiver quente coloque as trouxinhas nela até que a massa em baixo fique dourada. Então as coloque em uma forma e leve ao forno por uns 10 minutos ou até que a massa fique toda dourada.

Pronto, você pode servir com uma salada, ou se fizer menorzinha como entradinha. Você pode usar a criatividade e fazer com o recheio do seu gosto, como com espinafre, só não pode deixar o recheio molhado, pois senão a massa fica mole.

**Esta receita rende 6 trouxinhas médias.

Tomatinho Cereja Recheado com Queijo Emmental

Oi Amores!!

Esse fim de semana veio um casal fofucho aqui em casa, fiquei pensando em petiscos diferentes para servir. Como vocês sabem adoro dar uma inventadinha na cozinha, mas dessa vez estava meio “travada” com esse calor todo não consegui pensar em muitos petiscos leve e gostosos.

Enfim resolvi fazer uma versão inspirada na salada caprese, com um toque diferente e usando basicamente o que tinha por aqui. Posso dizer que o Tomatinho recheado com Emmental foi um sucesso só, espero que vocês também gostem. 😉

Vamos lá?

tomatinhocereja_recheado

Ingredientes

  • 250g de tomatinho cereja
  • o quanto baste de pasta de queijo Emmental
  • sal, pimenta do reino e orégano a gosto

Primeiro de tudo lave bem os tamarinhos e corte-os ao meio. Retire as sementes das duas metades, como o tamatinho é pequeno eu acabei usando o cabo e uma colher de café para facilitar.

Depois de tirar as sementes coloque um pouquinho de sal e pimenta no reino. Com uma colher recheie com o quanto achar necessário de pasta de queijo Emmental.

Finalize polvilhando um pouco de orégano em cima dos tamatinhos e sirva.

Aproveite essa delícia que além de pratica fica uma graça para servir pros amigos!!

Ceviche de Camarão

Tenho reparado que em dias de calor temos a tendência a comer prato mais leve e refrescante. Confesso que esses dias estava doida pra comer um belo ceviche, aproveitei os camarões que tinham aqui em casa para dar uma inovada. Ficou tão gostoso que agora estou apaixonada, comeria isso todos os dias em todas as refeições (exagerada eu? rs rs). 

Ceviche é um prato de origem peruana, considerado patrimônio cultural da nação. Originalmente ele é feito com algum peixe branco cru cortado em cubos e marinado no limão, ou algum suco de fruta cítrica, esse suco cozinha um pouco peixe e altera um pouco a textura dele. Além de deixar um sabor incrível.

Vamos a receita?

ceviche_camarão

Ingredientes

  • 250g de camarão
  • 2 tomates picados
  • 1 pepino japonês
  • ½ cebola picada
  • salsinha (ou coentro)
  • 2 limões
  • azeite a gosto
  • tabasco a gosto
  • sal e pimenta do reino a gosto

Em uma panela aqueça a água e cozinhe o camarão por aproximadamente 3 min, ou até que ele fique rosado.

Retire as sementes dos tomares e corte-os em cubinhos, corte também a cebola, o pepino e a salsinha. Coloque os camarões no recipiente em que vai servir o prato, exprema os limões e acrescente os outros ingredientes. Misture bem e deixe pega o gosto por +/- 20 min.

Agora é só servir! O ceviche pode ser servido como entrada acompanhado de torradas e nachos, mas também pode ser servido como salada acompanhado de batatas, milho ou com folhas verdes.

Obá Restaurante, faz jus ao nome!

Hoje vai mais uma dica de restaurante pra ir com o amor, amigos ou para conhecer uma mistura exótica que combinou e muito!

Já faz um tempinho, mas aproveitei o Restaurant Week deste ano para conhecer o famoso Obá Restaurante (SP). Tem um ambiente muito aconchegante e colorido que mostra exatamente as misturas do conceito da casa. A cozinha faz uma mistura bem harmonizada entre as culturas Mexicana, Italiana, Brasileira e Tailandesa. Quando ouvi pela primeira vez pensei, nossa que mistureba geral, mas através dos pratos e sabores conseguimos sentir os toques dados nos pratos de cada região e descobri que ficam deliciosamente combinados juntos.

De entrada pedi as Tostaditas de Camarones a La Diabla (tortilhas crocantes de milho montadas com abacate e camarões salteados com pimenta chipotle, defumada e adocicada, tradicional do México). Eu adoro um prato apimentado, com certeza superou as minhas expectativas! Entradas de comer com as mãos numa quantidade exata para degustar e ficar um gostinho de quero mais!

Para o prato principal pedi o Geng Massaman Kaek (cordeiro macio e batatas em curry tailandês aromatizado com canela e cardamomo, levemente apimentado, servido com arroz jasmine e relish de pepino). Simplesmente adorei o sabor do prato em conjunto! Temperos bem marcantes e que tornam o jantar em um prazer indescritível sensorialmente falando! As misturas e as quantidades perfeitas dos temperos e a carne bem macia, torna-se uma experiência perfeita, e olha que eu não sou muito fã de canela.

E para arrematar a noite a sobremesa com sabor bem brasileiro: Empanadas de abóbora com especiarias e chocolate quente mexicano.  A apresentação do prato é muito fofa! A combinação muito agradável e o toque da calda quente de chocolate por cima deu o ponto final que faltava nesta experiência gastronômica!

Vale a pena conhecer este lugar e experimentar os novos sabores combinados! Esta é a minha dica para o final de semana ou para o próximo Restaurant Week.

 

Deixe seu comentário, sugestão ou perguntas que ficaremos felizes em respondê-las.