Baccalà Mantecato

Oi Amores!

Como deu para perceber essa semana virou a semana do bacalhau para mim. Na verdade eu tinha comprado antes das festas e fui viajar para a casa da família, quando voltei achei melhor já usa-los para algumas receitas para evitar que estragassem. Então aproveitei o fim de semana para fazer as 2 receitinhas que estava com vontade.

A receita de hoje são esses deliciosos Baccalà a Mantecato, que nada mais é do que um bolinho de bacalhau típico italiano. Tinha visto essa receita a um tempo atrás no programa da Ana Maria, lembro que no dia me deu vontade de comer mas ainda não era muito fã de bacalhau como recentemente peguei gosto pela coisa decidi testar a receita. O que mais gostei, além do sabor é claro, foi da praticidade da receita e o fato de ir poucos ingredientes. Mas mudei algumas coisas como sempre e entre elas resolvi não fritar os bolinhos e sim assa-los deu super certo apesar de não ficar tão crocante, então recomendo que vocês façam da maneira que preferirem.

Vamos lá?

baccala_mantecato

Ingredientes

  • 500g de bacalhau cozido e desfiado
  • 250ml de leite quente
  • 250ml de azeite
  • 750g de mandioquinha cozida
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • salsinha, cebolinha e alecrim a gosto

Cozinhe a mandioquinha em uma água com um pouco de sal e passe-a por uma peneira fina para eliminar os pedaços mais grossos e fibrosos. Aproveite para misturar a salsinha, cebolinha e o alecrim ao purê de mandioquinha.

Em uma batedeira coloque aos poucos o bacalhau já desfiado intercalando com o leite e o azeite misture bem por aproximadamente 20 minutos. Você vai perceber que vai firmando uma massa cremosinha da mistura dos 3 ingredientes.

Depois de bater os 3 ingredientes misture-os ao purê de mandioquinha até que fique homogêneo, acerte o sal e tempere com pimenta do reino. Depois desse processo deixe a massa descansar por 2 horas.

Agora vamos montar os bolinhos, use uma colher de sopa como referência para o tamanho das baccalàs mentecato. Pegue um pouco da massa e modele com a mão, passe pela farinha de trigo, ovo batido e farinha de rosca nessa sequência. Congele os bolinhos no freezer, o ideal é deixar de um dia para o outro, aproximadamente umas 12 horas.

Se você for fritar os bolinhos, coloque-os em uma frigideira com óleo bem quente até que eles dourem.

Agora se for assa-los, leve ao forno pré aquecido a 200º por aproximadamente 20 minutos ou até que doure.

Lembrando que para qualquer um dos modos de preparo você deve fazer com eles congelados, ou seja tire do freezer e leve para a frigideira ou para o forno.

Para acompanhar o Baccalà Mantecato você pode fazer um molho tártaro, clique aqui para ver a receita. Ou pode servir com um molho de mostarda e pimenta.

Aproveite essa delícia!!

Anúncios

Bolinho de Feijoada

Todos no clima para o jogo de amanhã?

Vamos então aproveitar aquela feijoada congelada, ou o que sobrou de ontem e fazer um petisco delicioso e fácil para acompanhar o jogo?

Bolinho de feijoada! Petisco super brasileiro que cai muito bem com aquela cervejinha gelada e gritos de gol da galera!

Ingredientes:

  • 3 a 4 folhas de couve
  • 1 colher de margarina
  • Feijoada (veja aqui a receita)
  • Farinha de Mandioca
  • 1 ovo
  • farinha de rosca para empanar
  • Óleo para fritar

A receita é simples! Pegue a feijoada e coloque no liquidificador para bater com tudo, linguiças e carnes inclusive. Só tire as folhas de louro porque os pedaços não são muito agradáveis de comer. Depois que virou uma pasta coloque em uma panela no fogo e acrescente a farinha de mandioca aos poucos e vá cozinhando misturando tudo. Vá acrescentando a farinha até que forme uma massa tipo de coxinha para poder modelar na mão. Desligue o fogo e deixe esfriar.

Corte a couve em tirinhas finas e refogue na margarina. Agora é só modelar, colocando um pouco de couve refogada no meio do bolinho. Passe os bolinhos no ovo batido e depois na farinha de rosca. Agora é só fritar e comer com aquela pimentinha!

 

Pimenta Recheada com Carne Seca e Cream Cheese

Fui num boteco outro dia e tinha a tal da pimenta recheada com provolone, aí fui experimentar pra ver se era muito apimentado ou não. Nossa, me surpreendi!

Adorei o sabor, mas achei que ficou muito engordurado com o provolone que tem muita gordura. Então resolvi fazer em casa essa noite de petiscos e recheei com carne seca! Gostei mais…

Sem mais delongas vamos à receita.

Ingredientes:

  • 200g de carne seca cozida, dessalgada e desfiada
  • ½ cebola em cubos
  • 1 tomate em cubos sem semente
  • 2 dentes de alho picados
  • 3 colheres de sopa de cream cheese
  • Salsinha
  • 8 pimentas dedo de moça de tamanho médio ou grande
  • Sal à gosto
  • Ovo, farinha de trigo e de rosca para empanar

Primeiro vamos fazer o recheio, para poder esfriar e rechear a pimenta. Refogue a cebola e o alho, junte o tomate e a carne seca e por último o cream cheese e a salsinha.  Acerte no sal e reserve.

Para trabalhar com a pimenta é melhor usar luvas, porque o ardor fica nos dedos e demora pra sair, então evita que encoste no olho ou boca e arda.

Lavar bem as pimentas, fazer um corte no sentido do comprimento das pimentas, mas não de ponta a ponta, somente no meio. Tirar as sementes de dentro com ajuda de uma faca ou colher pequena, ou mesmo com os dedos. Vamos fazer um processo agora para diminuir o ardor delas. Em água fervente, coloque as pimentas já sem as sementes e deixe por 1 minuto. Repita este procedimento de 3 a 5 vezes, dependendo do seu gosto. Quanto mais vezes fizer este procedimento, menos apimentado fica. Eu fiz por 4 vezes e achei suficiente. Escorra as pimentas e seque com papel toalha. Agora é só rechear com a mistura feita. Pode rechear bem. Depois para empanar, passe na farinha de trigo, depois no ovo e por último na farinha de rosca. Frite-as em óleo quente e escorra no papel toalha. Elas ficam bem sequinhas!

Para combinar e compensar o ardidinho, use o Sour Cream para dippar ou colocar por cima!

Com uma cervejinha vai muito bem!

Coxinha de Frango com Catupiry

A minha segunda já começa com pensamentos gordinhos..

Sou louca por coxinhas e sempre quis fazer, mas todo mundo sempre diz q dá trabalho e muitas vezes da errado né…

Mas eu sou brasileira e nunca desisto… pelo menos sem tentar uma vez…hehehe

Mas depois de procurar muitas receitas e acrescentar o meu conhecimento sobre o que da certo ou não, resolvi fazer a que vou mostrar pra vocês e ficou aquele tipo de coxinha que dissolve na boca!! Delícia! Sorte a minha que deu certo de primeira!!!

Tenho ainda congelado no freezer pra comer quando quiser.

Ingredientes:

Massa:

  • 500g de batata descascada e cozida
  • 500g de farinha de trigo
  • 200g de margarina
  • 1L de caldo de galinha (1L de água com 1 tablete de caldo de galinha dissolvidos)

 Recheio:

  • 400g de frango desfiado (fiz com aquele que já vem cozido e desfiado)
  • 2 tomates picados
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 ramo de salsinha
  • 1 colher de café de páprica
  • 1 pitada de noz moscada
  • 3 colheres de catupiry
  • Colorau pra dar cor
  • Azeite
  • Sal e pimenta do reino à gosto

Para empanar:

  • Clara de ovo
  • ½ xícara de água
  • Farinha de rosca

Primeiro faça a massa. Esprema as batatas e coloque numa panela com o caldo de galinha. Quando levantar fervura coloque a margarina e deixe derreter. Acrescente aos poucos a farinha. Mexa bem rápido, para que não empelote. Vai acrescentando até que forme uma massa e desgrude do fundo. Desligue o fogo e deixe esfriar. Ela não pode ficar muito mole senão você não consegue modelar.

Agora o refogado. Refogue em azeite a cebola e o alho. Acrescente o tomate, o frango desfiado, a páprica e misture bem. Coloque o catupiry e a salsinha. Acerte no sal e pimenta e se quiser dar mais cor coloque o colorau. Pronto, o recheio fica mais molhadinho por causa do catupiry. Deixe esfriar um pouco.

Para empanar, misture a clara com a água. Modele as coxinhas na mão untada com óleo e coloque o recheio. Passe na clara com água e depois na farinha de rosca e frite em óleo quente.

Gente ficou uma delícia, mas demora um pouquinho pra fazer, ainda mais quem não tem prática no molde de coxinhas como eu! Rs

** Esta receita rende aproximadamente 25 coxinhas médias

Deixe seu comentário que ficaremos felizes em respondê-lo.

Bolinho de Carne Seca e Mandioca

Gente estou com pensamento de gordinha pros Happy Hours. E hoje se iniciam os trabalhos pros HH da semana!

Outro dia fiz um bolinho de carne seca para o marido, e pra mim claro, que ficou muito bom e foi muito fácil de fazer. Mas fiz um bolinho diferente, sem recheio, na verdade fica inteiro com carne seca, mais carne seca do que mandioca.

Pra facilitar utilizei produtos prontos já, como a carne seca cozida e desfiada e a mandioca cozida também que vende no mercado.

Ingredientes:

  • 400g de carne seca cozida, dessalgada e desfiada (usei a marca Vapza)
  • 500g de mandioca cozida (usei da Vapza também)
  • 1 colher de manteiga
  • 2 colheres de farinha de trigo
  • 1 tomate picado em cubos finos
  • 1 cebola grande cortada em cubos finos
  • 1 ramo de salsinha picada
  • 2 dentes de alho picados
  • Sal e pimenta do reino à gosto
  • Azeite
  • Ovo para empanar
  • Farinha de rosca para empanar

Primeiro a gente faz o que seria o recheio. Refogar a cebola, alho e depois o tomate para dar aquela derretida. Acrescentar a carne seca sem a salmoura (o líquido) que vem dentro do pacote, escorra bem pra não ficar aguado. Acerte o sal e pimenta à gosto e acrescente a salsinha picada. Esta parte já está pronta.

Agora tire a mandioca da embalagem e coloque no microondas para esquentar e amolecer um pouco, coloque de 1 em 1 minuto até quando achar que está bom. No meu micro foram 2 minutos. Acrescente a manteiga e misture. Depois esprema com espremedor de batatas. Tire aqueles fios durinhos da própria mandioca para não atrapalhar na hora de comer. Acerte o sal à gosto. Depois misture esse purê de mandioca com a carne seca refogada e temperada. Deixe esfriar. Acrescente a farinha de trigo. Na hora de fazer os bolinhos esta massa toda não pode grudar a mão, se precisar coloque mais farinha.

Para empanar faça as bolinhas da massa toda, passe no ovo e depois na farinha de rosca.

Frite em óleo quente e pode Chamar o pessoal pra comer. Se gostar de uma pimentinha, vai muito bem.

**Esta receita rende 20 bolinhos de tamanho médio. Pode ser congelado.

 

Calabresa Acebolada

Quarta-feira significa que já conseguimos ver o final de semana apontando!  Que tal uma comidinha de boteco para antecipar um gostinho de sexta-feira?

Hoje sendo dia de jogo de Futebol, o marido adora tomar uma cervejinha e chamar os amigos pra assistir o jogo como se estivesse num boteco.

Uma receita fácil, rápida de fazer e não deixa muita bagunça na cozinha, porque ninguém merece ficar horas arrumando tudo depois da jantinha!

Ingredientes:

  • 2 linguiças calabresas, de marca boa
  • 1 ½  cebola grande
  • 30 ml de Conhaque (medida de copinho tipo shot)
  • Torradas e pão fatiado
  • Salsinha e cebolinha para decorar

A bebida pode ser substituída por cachaça, vodka ou pinga, o que tiver em casa. Como não tinha cachaça usei o Conhaque. Mas uma cachaça Busca Vida ou de alambique dão outro sabor ao prato.

Corte as linguiças em rodelas finas e reserve. Corte a cebola em rodelas finas também, porque são mais rápidas de dourar e ficam mais bonitas visualmente.

Pique a quantidade que deseja de salsinha e cebolinha para jogar por cima e dar uma cor no prato.

Em uma frigideira frite as calabresas até que percam um pouco da gordura e fiquem com aspecto “torradinho” nas bordas. Não é necessário óleo ou azeite, pois a própria gordura da calabresa já faz esta função.  Quando as calabresas estiverem quase no ponto adicione metade do Conhaque na frigideira. Cuidado com o vapor que faz. Reserve as linguiças fritas.

Agora vem a parte da cebola. Na mesma frigideira doure as fatias da cebola até que fiquem transparentes. Neste momento adicione o restante da bebida na frigideira. Deixe evaporar e junte a calabresa que já foi frita.

Pronto não é super-rápido de fazer?

Você pode servir num recipiente só com as torradas e pães ao lado.

Mas a Dica hoje é dar uma refinada no seu petisco e servir como Finger Food, em panelinhas individuais que fazem o prato ficar mais fofo e personalizado. Utilize ainda uma tabua de madeira para colocar as torradinhas ao lado.

Agora é só degustar e aproveitar o papo com os amigos! 

Qualquer dúvida ou sugestão deixe o seu comentário aqui, ficaremos felizes em respondê-lo.

*Esta receita rende 6 porções individuais.